Conheça a diferença entre esmerilhadeira, lixadeira e politriz

As ferramentas portáteis são largamente utilizadas na produção industrial para a realização do desbaste mais pesado até o acabamento final de todo tipo de material, indo desde superfícies pequenas e retas, até superfícies mais complexas, cheias de detalhes e de todos os tipos e formatos. Para que a aplicação seja realizada com o máximo potencial e eficiência, sem que haja desperdícios, é necessário a escolha correta da ferramenta do suporte de apoio e o disco a ser usado, otimizando tempo, velocidade e dando um perfeito acabamento.

As esmerilhadeiras angulares são as ferramentas que possuem a maior rotação, tamanhos e velocidades diferentes. De acordo com o tamanho do disco que será utilizado, confira a tabela abaixo:

Tamanho do disco 4 1/2” 5” 7” 9”
Rotação da esmerilhadeira 11.000 11.000 8.500 6.500

Por terem uma alta rotação, as esmerilhadeiras possuem uma grande taxa de remoção de material, onde os grãos do disco utilizado entram mais vezes em contato com este, de forma que maior quantidade de material seja removida. Para esses equipamentos, são utilizados discos de desbaste, discos de corte, discos flap e os discos de fibra. Em uma relação de acabamento e desbaste, os discos de desbaste são os mais lentos, já que posteriormente será necessário um segundo processo para dar o acabamento, enquanto que os discos flap duram mais e dão uma ótima finalização em um único processo. Já os discos de fibra, além de darem um bom acabamento, possuem um melhor rendimento do que os discos flap, estando no topo dos tipos de discos para esmerilhadeiras

Discos de Fibra
Discos Flap
Discos de Desbaste

Um intermediário entre as esmerilhadeiras e as politrizes são as lixadeiras angulares, considerando que essas possuem uma rotação menor que as esmerilhadeiras e maior que as politrizes, indo de 4.000 até 6.600 rotações por minuto e sendo feitas geralmente para discos de 7’’. Embora elas também realizem algum desbaste assim como as esmerilhadeiras, são mais voltadas para o acabamento, sendo utilizados nela os discos de fibra e os discos flap.

Por fim, outro equipamento bastante utilizado são as politrizes angulares, sendo elas entre os equipamentos portáteis os que possuem a menor rotação. Embora sejam equipamentos muito parecidos com as lixadeiras e as esmerilhadeiras. Como o próprio nome já diz, elas servem para dar polimento, de forma que sua utilização é largamente utilizada no setor automobilístico e moveleiro para polir e lustrar as camadas de verniz, fazendo com que os riscos não possam ser vistos ao serem preenchidos com algum produto.

As politrizes são feitas para serem utilizadas com boinas para polimento, geralmente tendo o diâmetro de 5’’ ou 7’’ e possuindo uma rotação bastante baixa, indo de 600 a 3300 rotações por minuto. Elas não devem ser usadas para desbaste, pois com suas baixas rotações acabam demorando bem mais para realizá-lo, gerando um desgaste muito maior do disco em relação ao desempenho obtido em uma esmerilhadeira. Já que os discos geralmente são feitos para operar a uma alta rotação.

Existem atualmente no mercado diferentes modelos de equipamentos, sendo indicados para as mais variadas aplicações. Alguns equipamentos, por exemplo, possuem diferentes rotações de aplicação, podendo atuar tanto como uma lixadeira quanto uma esmerilhadeira, desde que possua as velocidades para tal. Outro fator interessante a se destacar é que existem equipamentos manuais que funcionam com diferentes fontes de energia, sendo elas os elétricos, os pneumáticos e novos modelos à bateria que chegaram recentemente no mercado, devendo ser escolhidos de acordo com a aplicação a ser realizada.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *